0
História da joalheria

Sputnik, joias em tempos de corrida espacial

Cartier, H. Stern e muitas outras joalherias e empresas se inspiraram na corrida espacial para realizar maravilhas. Joias, bijuterias e objetos de decoração marcaram época. Quem nunca viu uma luminária como esses brincos? Ou uma escultura sobre uma mesa de centro?

Hoje falei de brincos Sputnik no IGTV e nada mais justo do que mostrar as maravilhas que Cartier e H. Stern produziram no final dos anos 1950 e início dos anos 1960 sob esse nome e muito livremente inspirados nos satélites russos e na corrida espacial. Foram feitas inúmeras variações de tamanho, gemas, tipos de joias. Houve peças inteiras com a mesma gema ou com uma mistura incrível de cores. Foram brincos de todos os formatos, pulseiras, aneis e pingentes. Peças enormes e minúsculas. Toda essa produção pode ser encontrada no fabuloso mundo das joias previamente possuídas e amadas, nome muito mais lindo que substitui o famigerado joia de segunda mão.

O conjunto de brincos, anel e colar Sputnik da H. Stern que disparou minha lembrança veio pelo whatsapp de um amigo que bateu o olho e lembrou de mim. Adoro!

O céu com suas estrelas, planetas, galáxias e cometas é um tema recorrente na joalheria desde sempre. A Cartier voltou a olhar para os céus e lançou Les Galaxies de Cartier, em janeiro de 2019. O último anel da galeria traz uma clara referência aos antigos sputniks, mas é cheio de movimento como a melhor joalheria cinética do século passado. Lindo!

You Might Also Like...

Sem comentários

    Deixe seu comentário